Dinâmica de Opinião em Redes Complexas

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Adriane Avací da Silva Brito
André Luis da Mota Vilela

Resumo

Dinâmica de Opinião em Redes Complexas
Discente: Adriane Avací da Silva Brito, Universidade de Pernambuco (adriane.brito@upe.br)
Orientador: Prof.Dr.André Luis da Mota Vilela, Universidade de Pernambuco (andre.vilela@upe.br)
Selecione sua modalidade:
( X ) Iniciação científica
A Sociofísica é um ramo emergente da Física e consiste em investigar a propagação de comportamentos sociais em um grande grupo de indivíduos. Recente no panorama científico, a Sociofísica remonta suas origens no tratamento estatístico de dados em estudos sociológicos motivados pelo desenvolvimento da Mecânica Estatística no Século XIX (BALL, 2002). Atualmente, Sociofísica é uma subárea da Física Estatística e utiliza de simulações computacionais de modelos matemáticos. Nesta pesquisa, investigamos a dinâmica do Modelo do Voto da Maioria, proposto por Oliveira (1992), em diferentes redes de interação: regulares quadradas, livres de escala e de mundo pequeno (WATTS; STROGATZ, 1998 ; VILELA et al. 2017, 2018, 2020). Em sua forma padrão, tal modelo assume que os indivíduos de uma sociedade podem ser representados em uma rede regular quadrada, onde cada agente ocupa um vértice nesta estrutura e pode interagir com seus quatro primeiros vizinhos. A dinâmica do modelo consiste na propagação de uma ideia ou opinião em uma sociedade, e cada indivíduo escolhe concordar ou discordar com a opinião da maioria de seus contatos mais próximos. O Modelo do Voto da Maioria reproduz o fenômeno da validação social, associando uma probabilidade (1 – q) de aceitação de uma opinião que é compartilhada pela maioria dos vizinhos de um indivíduo. A variável q é chamada de variável de ruído, uma vez que seu aumento promove uma discordância entre os agentes de uma sociedade. Neste trabalho, realizamos simulações Monte Carlo e calculamos as grandezas físicas que caracterizam a ordem (desordem) do sistema em função do grau de ruído social q: parâmetro de ordem, susceptibilidade magnética e cumulante de Binder de quarta ordem. Observamos que o sistema apresenta um conjunto de valores para o ruído crítico - capaz de desordenar a opinião predominante em uma sociedade - que depende dos parâmetros das redes complexas investigadas. Concluímos que a opinião majoritária em uma sociedade torna-se mais resistente à fenômenos de desordem social com o aumento do número de contatos sociais de cada indivíduo.
Palavras-chave: Sociofísica; Fenômenos Críticos; Transições de Fase; Redes Complexas.
 
Referências
BALL, P. The physical modelling of society: a historical perspective. Elsevier Science, 2002.
OLIVEIRA, M. J. Isotropic majority-vote model on a square lattice. Journal of Statistical Physics, Springer, v. 66, n. 1-2, p. 273–281, 1992.
VILELA, L.M.; STANLEY, H.E. Effect of Strong Opinions on the Dynamics of the Majority-Vote Model. Scientific Reports, 2018. DOI: 10.1038/s41598-018-26919-y.
VILELA, L.M.; SOUZA, J.F. Majority-vote model with a bimodal distribution of noises in small-world networks. Physica A - Statistical Mechanics and its Applications, 2017. DOI: 10.1016/j.physa.2017.06.029
VILELA, L.M.; ZUBILLAGA, B.J. WANG, C.; WANG, M.; DU, R.; STANLEY, H.E. Three-state Majority-Vote Model on Barabási-Albert and Cubic Networks and the Unitary Relation for Critical Exponents. Scientific Reports, 2020. DOI: 10.1038/s41598-020-63929-1.
WATTS, D. J.; STROGATZ, S. H. Collective dynamics of small-world networks. Nature Publishing Group, v. 393, n. 6684, p. 440–442, 1998.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Física dos Materiais